O repouso de Agostinho


Na confluência dos rios que circundavam o jardim, formula o homem uma pergunta que se avultaria como o maior dilema da raça: “Como reatar a comunhão com o Criador?” Tinha início, naquele momento, uma busca que não era somente busca. Mas angústia e procura. Um sentimento que nem a mesma morte pode sufocar.

Eis como o doutíssimo pastor de Hípona retrata a alma do Adão lançado da presença de Deus: “Quem me dera repousar em Vós! Quem me dera que viésseis ao meu coração e o inebriásseis com a vossa presença. Para me esquecer de meus males e me abraçar convosco, meu único bem!”

Ansiando por um repouso, tenta o homem divisar o seu Criador no labirinto da consciência. Mas deixa-se prender pelos enganos do coração e pelas galas da justiça própria. Com a mesma solicitude, contempla a natureza. Acaba, porém, adorando mais a criatura do que o Criador. Em seguida, volve o olhar ao infinito e faz de cada estrela um deus e uma abominação de cada astro. Não satisfeito e, agora, mais ferido, entrega-se à filosofia. Pobre homem! A filosofia incita-o a amontoar perguntas e erigir monumentos à dúvida. Sócrates e Aristóteles nada lhe respondem: eles mesmos tateiam o elo perdido. Buda e Mêncio também nada fazem. Quanto a Cartesius, só está cônscio da própria existência.

O bondoso Deus não nos deixaria, porém, naufragar neste mar revolto. Em meio às procelas que se abatiam sobre a fragilidade de nossas almas, firma-nos um horizonte. E a sua Palavra descreve o arco da aliança partida. Através da Bíblia, redescobrimos a existência de um terno e compassivo Pai. Conscientizamo-nos de que Ele está a comandar todas as coisas. A Palavra de Deus é o fôlego que nos faltava. Sem esse alento, muitas perguntas e nenhuma resposta. E, agora, como diria Agostinho, repousa nosso coração na bondade do Eterno, pois Ele nos fez e dEle somos.

 Fonte: Lições Bíblicas, 2° Trimestre de 1991 – Claudionor Corrêa de Andrade

Anúncios

O que você a dizer o blog Lições Bíblicas? Sua participação é muito importante para que possamos saber sua ideia, ou sua sugestão por meio de seu comentário. Junte-se a nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: